Tirar carteira de motorista em Minas Gerais deve ficar até 20% mais caro neste ano de 2022

Estimativa está relacionada ao aumento dos custos de operação das autoescolas

Tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em 2022 ficará entre 15% e 20% mais caro em Minas Gerais. A estimativa é apresentada pelo Sindicato dos Proprietários de Centros de Formação de Condutores de Minas e se deve ao aumento dos custos de operação das autoescolas. 

Segundo o presidente do sindicato, Alessandro Dias, as taxas para a categoria foram reajustadas em 21%. Ele também cita “inúmeros reajustes ao longo do ano passado que fatalmente irão impactar no custo da habilitação”.

“Os combustíveis foram o principal reajuste. Também tivemos inúmeros aumentos nas trocas dos veículos utilizados pelas autoescolas e nas peças, além da mão de obra, entre outros valores, reajustados ao longo do ano anterior”, prossegue.

“Estamos estimando — e a maioria das empresas já aplica — um reajuste variando entre 15 e 20%. Em outros casos, algumas empresas buscam alternativas para minimizar um pouco esse impacto”, completa.


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Artigos relacionados

Últimas Notícias